Weby shortcut
agenda aparecida 1

FCT/UFG participa do Agenda Aparecida 2050

Criada em 11/12/19 12:20.

Projeto Agenda Aparecida 2050, idealizado pelo jornal O POPULAR em parceria com a Prefeitura de Aparecida de Goiânia conta com a participação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Federal de Goiás - Campus Aparecida de Goiânia

Por Thais Molina*

 

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Federal de Goiás - Campus Aparecida de Goiânia (FCT/UFG) participa do projeto Agenda Aparecida 2050, idealizado pelo jornal O POPULAR em parceria com a Prefeitura de Aparecida de Goiânia e que visa a realização de um planejamento estratégico e colaborativo com a participação da população e entidades do município. Em sua primeira edição, a FCT/UFG foi representada pelo o diretor da unidade, Prof. Júlio César Valandro e pelo professor do curso de Engenharia de Transportes da FCT/UFG, Prof. Ronny Marcelo Aliaga Medrano. 

O município de Aparecida de Goiânia, possui 578.179 habitantes e de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é a segunda cidade mais populosa de Goiás, considerada a 17ª maior cidade do País, com exceção das capitais. Sua economia vem dos pólos empresariais e industriais criados no município em 1990. Atualmente, a cidade conta com sete polos distribuídos em seu território e estão sendo projetados mais cinco. Nos últimos quatro anos, houve um crescimento do número de empresas no município que hoje conta com cerca 48 mil empresas ativas.

O projeto Agenda Aparecida 2050 é uma reedição do projeto Aparecida Minha Cidade, realizado em 2009/2010, ambos idealizados pelo jornal O POPULAR. O atual projeto tem como objetivo pensar a cidade para os próximos 30 anos por meio de um planejamento estratégico que servirá de suporte para às decisões da administração pública no período. 

Os bairros do município foram divididos em seis regiões, onde acontecerão os fóruns de discussão, sendo as regiões do Centro, Sítio Santa Luzia, Vila Brasília, Papillon Park, Garavelo e Cidade Livre/Tiradentes. Cada fórum terá uma palestra seguido dos grupos de debate, nos quais serão apresentados um amplo estudo sobre aspectos como o desenvolvimento econômico, saúde, educação, segurança, entre outros.

No último dia 23 de novembro, aconteceu a primeira edição do projeto Agenda Aparecida 2050 que abrangeu as duas regiões mais populosas e tradicionais de Aparecida de Goiânia, Cidade Livre e Tiradentes. Nessa primeira edição foram discutidos, por meio de  grupos de trabalhos, os seguintes temas: segurança pública; desenvolvimento sociocultural; desenvolvimento econômico; sustentabilidade socioambiental; e mobilidade e acessibilidade. 

O diretor da FCT/UFG, Prof. Júlio César Valandro, mediou o grupo de trabalho sobre desenvolvimento econômico da cidade. O grupo debateu sobre a qualificação da mão de obra em Aparecida de Goiânia, a qual é um desafio para município, mesmo sendo destaque no Estado pela geração de empregos e atração de novos investimentos. Assim, as ações propostas pelo grupo de trabalho para melhoria do desenvolvimento econômico do município, foram a qualificação de servidores públicos, inovação e criação de pólos empresariais e industriais que fomentem o potencial logístico da cidade. 

Também foi discutido nessa primeira edição do Agenda Aparecida 2050, a mobilidade urbana do município. O grande distanciamento entre os bairros provoca problemas como o aumento da violência o que dificulta o acesso aos serviços públicos, por exemplo. Nesse grupo de trabalho, o professor do curso de Engenharia de Transportes da FCT/UFG, Prof. Ronny Medrano, destacou que apesar das tentativas da prefeitura da cidade de descentralizar o transporte metropolitano esse trabalho ainda é “insuficiente diante da demanda da população”, relatou. 

Diante disso, foram apontadas algumas ações para facilitar os deslocamentos internos no município como melhorar a condição de infraestrutura da cidade, criar  novas linhas internas de ônibus e redistribuir as linhas já existentes, além de implantar um transporte alternativo interbairros, construir uma nova infraestrutura para o sistema viário com prioridade para os ônibus, revisar os serviços indicados na concessão do transporte e implementar a micromobilidade em Aparecida de Goiânia. 

As próximas edições do projeto Agenda Aparecida 2050 acontecerão em 2020 nas demais regiões de Aparecida de Goiânia e a expectativa é que ao final dos seis fóruns propostos no projeto, sejam ouvidas cerca de 2.1 mil pessoas dos 105 bairros do município. 

agenda aparecida 1Na foto, Prof. Ronny Medrano e participantes do grupo de trabalho: mobilidade urbana

 

agenda aparecida 2 Na foto, participantes da 1ª edição do projeto Agenda Aparecida 2050

 

*Thais Molina é integrante do Programa de Estágio entre a Faculdade de Ciências e Tecnologia, Faculdade de Informação e Comunicação e Secretaria de Comunicação da Universidade Federal de Goiás, sob orientação de Beatriz Carvalho.

 

Fonte: Ascom FCT/UFG